Google+ Badge

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

MEU CORAÇÃO NÃO ACERTA...

Algumas vezes eu me pergunto
Por que eu não posso amar
E também ser amado
Igual a todo mundo?

O que tenho eu de errado?
Sei que não um príncipe encantado
Mas minhas estórias sempre travam
Bastava nelas um pouco de amor...

Escolhas erradas
Amores com endereços trocados
E eu por qual caminho andei? Não sei!
Mas em questão de amor estou nas sombras...

Queria mais luz! Passeios de mãos dadas
Piqueniques no campo – pés no riacho –
Acho que parei no tempo
Quero estórias com finais felizes...

Meu coração faz escolhas erradas
E deveria haver uma razão para o amor
E não há! Amor nunca busca razão
Ele faz da nossa vida um turbilhão...

Acho que eu punido
Jamais ser correspondido
Nas vezes em que amar...


Mário Feijó

11.01.10
Postar um comentário