Google+ Badge

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

AMORES BORDADOS

Já eram quase
Quatro horas na favela
E a menina fingia
Bordados de amor na janela...

Passavam rapazes e homens
E ela continuava
Fingindo bordar
Costurava amores futuros...

Cabelos penteados
Lábios vermelhos mordidos
Piscava pro sol enquanto fingia
Bordar olhando o girassol...

Descem do morro e dos olhos
Lágrimas rendadas de chuva
Enquanto ela ali costurava
Esperando seu amor futuro alinhavar...

Mário Feijó
25.01.10
Postar um comentário