Google+ Badge

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

NOITES

NOITES

Eu esperei até o dia amanhecer
Vendo você respirar
Sem querer te acordar
Querendo o teu calor comigo

E quando o sol apareceu
O dia te esquentou
Porém eu estava gelado
Sem o calor de teu corpo

Eu não fiquei saciado
Mesmo depois do café da manhã
Restara em mim
A fome que eu tinha de ti

Outras noites vieram
Mas tu não estavas mais nelas
Não havia mais o teu suor
A se misturar com o meu...

Mário Feijó

18.10.14
Postar um comentário