Google+ Badge

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

SEI QUE ME AMAS

Por que mentir?
Por que enganar?
Você diz que não me ama
Mas não é isto
O que diz o teu olhar...

Olhar guloso
Cheio de desejos
Olhar que brilha
Boca querendo beijos

Não adianta mentir
Nem queira se enganar
Sei que me amas
Só não queres te entregar

Venha! Eu preciso de ti
O meu corpo te espera
Amor é pra se divertir
Não tenha medo de sorrir...

Mário Feijó
18.12.09

COMENTÁRIO: dentro da mesma linha de raciocínio do poema anterior "o bobo e a lua"... Pessoas que se fazem de difíceis, ou que ainda pensam que amar é pecado. O amor não tem barreiras, nem sexo, nem religião, não respeita convicções ele entra em nosso corpo e o corrói até o ato da entrega total... e quando encontramos o ser amado, pele na pele, boca na boca e muitos beijos, o desejo só aumenta e o prazer é total... aí corre pela espinha uma friagem, dói e esta dor de prazer registra em seu cérebro explosões que culminam com orgasmo tântrico... é muito mais que uma simples ejaculação ou um orgasmo múltiplo... muito mais... ah! muito mais...
Postar um comentário