Google+ Badge

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

RENASCIMENTO



Para começar um novo ciclo
Comecei um processo dolorido
E te arranquei de minhas entranhas

Tive que te matar muitas vezes
Para conseguir sobreviver
Assim provoquei uma sangria pecaminosa

Tive que perdoar primeiro a mim
Começar a me amar
Para então te esquecer

Há sempre muitas despedidas
Em uma única partida
E todas sempre doem demais

Agora me descubro renascendo
Num processo de autoconhecimento
E de distribuição racional do amor...

Mário Feijó
14.12.09

COMENTÁRIO: Muitas vezes fazemos com amores que não usamos mais o mesmo que fazemos com roupas... Fica aqui (quem sabe daqui há pouco te preciso)... Mas não dá! Para começar um novo ciclo, um novo ano, um novo tempo precisamos nos despir de tudo... de coisas e de pessoas, por vezes até de lugares... só assim renascemos! E nós somos feito crustáceos que para crescer precisa despir-se de sua casca velha...
Postar um comentário