Google+ Badge

domingo, 20 de dezembro de 2009

EU EXISTO

Eu já corri no tempo
Querendo ser mais velho
E que as coisas acontecessem rápido
Eu era quase uma criança...

Hoje tento frear o tempo
Impedi-lo de passar
Para que o dia não acabe
E que a noite não chegue...

Mas o tempo é cruel e célere
Já levou minha juventude
Os cabelos encaneceram
E meus netos estão crescendo...

Quero agora eternizar todos os tempos
Todas as emoções quero revive-las
As novas e as antigas
Quero aproveitar que ainda existo...

Mário Feijó
20.12.09

COMENTÁRIO: triste e cruel realidade para quem chegou ou está perto da terceira idade. A melhor fase da vida é a juventude e muitos a desperdiçam com drogas, culpas, pecados, repressão... Quanto tempo perdemos com bobagens que só a maturidade traz à luz... Mas enquanto se vive há esperanças e temos que assumir o que somos com nossas limitações que cada idade impõe...
Postar um comentário