Google+ Badge

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O SABOR QUE TENS






Um dia eu sonhei
Com alguns sabores exóticos
Experimentei quase todos
Mas não descobri o sabor que tens 

Há mistérios em ti
Gostos indescritíveis
Eu não sinto culpas
Quando penso em te amar 

Fiquei sem saber definir
O gosto que tu tens
Quiçá um dia eu possa
Descobrir o teu gosto erótico

Eu só queria olhar
Uma razão para viver
E o sabor que tu tens
Agora poderia ser uma delas... 

Mário Feijó
20.02.12
Postar um comentário