Google+ Badge

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

AS PORTAS DO MEU CORAÇÃO





Estou fechando
As portas do meu coração
Pra você deixarei
Uma pequena janela entreaberta 

O resto não quero mais
Não quero mais
Arrancar o teu vestido florido
Nem beijar e morder a tua nuca... 

No amor a gente se entrega
Não impõe condições
Não tem medo
Não se deixa entrar pela metade... 

Minha vida é feita de amor e sonhos
A tua de sustos e sobressaltos
A minha é um jogo aberto
A tua cheia de segredos invioláveis... 

Mário Feijó
03.02.12
Postar um comentário