Google+ Badge

sábado, 4 de fevereiro de 2012

AS AVENTURAS DO SAPO MARTAM





        Pobre Martam! Fez sua primeira viagem de avião e logo pra São Paulo? Uma megalópole!

Escondeu-se dentro da mala sem querer aparecer! Pobrezinho... onde já se viu sapo vermelho, mas foi assim que Martam ficou. Tão vermelho que até hoje ainda está assim.

Em São Paulo pediu:

- Papi! Vamos para o interiorrr? (já puxando pelo erre).

Quando lá chegou fez amizade com um gato branquinho, lindo que tinha uma gata negra como parceira e amiga. O gato era chamado de TeBe e a gata de Pretinha.

Agora eu penso que Martam não gostava de mim pois logo se adaptou àqueles bichos e ao seu novo lar rapidinho...

No quintal, Dona Joaninha, que vivia pousando em todas as flores, agora olha para Martam desconfiada, mas como se o conhecesse de longo tempo.

E o tal gato branco (TB) que todas as noites dormia enroscado em Pretinha, agora mia no telhado enciumado, porque Martam vive enroscado em Pretinha.

Acho que TB tem saudades e sofre de amores, pois Pretinha o deixou de lado. Logo, logo TB encontrará um amor que lhe ame eternamente, mas ele diz que não quer mais amar, está desiludido com Pretinha que se entregou de corpo e alma a Martam.

TeBe (ou TB) vive sonhando com um grande amor que lhe encha a vida e que lhe de muitos gatinhos, mas eu já lhe disse:

- Por que não faz como Martam (um sapo) que se contentou com o amor de Pretinha (gata)? Parece que não iria dar certo, mas eles são felizes. Ele se contenta com a felicidade próxima e não fica idealizando nada. Ele vive apenas um dia após o outro.

Eu pensava que Martam fosse muito mais selvagem, mas ele se adaptou rapidamente ao interiorrrr (já puxando o erre). Disse-me que tem saudades de Papi, mas não volta mais. Por sorte descobri em meu aquário uma infinidade de ovos minúsculos rosados. Disseram-me ser ovos de sapo. Penso que Martam andou deixando por aqui alguns filhotes.

Se tudo for confirmado depois eu conto pra você esta parte da história de Martam. Vi por ali a Sereia Soninha, cuidando dos ovos do girino...

Pelo visto nem tudo ficou perdido. Há esperança no ar. Dizem que Deus sempre abre uma janela, onde portas se fecham e que há sempre uma razão pra tudo.

Por enquanto só o sapo Martam deu-se bem, enroscado em Pretinha. Eu fico aqui, pensando no que será de TB?...



Mário Feijó

04.02.12
Postar um comentário