Google+ Badge

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

MAR E RIO (MÁRIO)




Hoje eu estou assim
Meio bicho indomado
Meio gente do mato
Tenho muito de cavalo
Mas quase nada de serpente 

Têm horas que eu sou uma criança
Um bebê pedindo colo
Noutras um velho senil
Que nada diz e tudo pede...

Ainda ontem eu era um sapo
Um pequeno girino
Quase comido por uma tilápia... 

Amanhã quiçá eu seja
Um rio correndo para o mar
Sei que nele eu encontrarei abrigo
Pois já sou uma mistura de rio e mar... 

Mário Feijó
03.02.12
Postar um comentário