Google+ Badge

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

TU ÉS O MEU ACONCHEGO


TU ÉS O MEU ACONCHEGO 

Há em ti
Algo que me atrai
És o brilho do fogo
Quando se abrem as portas do inferno 

Quem começou este jogo?
Não me acuses!
Não fui eu!
No planeta dos homens
Somos seres proibidos 

Qual é a nossa essência?
A minha é de aprendizado
Amor e amar são fatos
Que não deveriam ser pecados 

Quando o meu corpo toca o teu
Não é o calor do inferno que sinto
É tão somente amor
Como se eu me aconchegasse no céu... 

Mário Feijó
01.08.12
Postar um comentário