Google+ Badge

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

TERRA FERIDA


TERRA FERIDA 

Há hoje no céu
Uma nesga de luz
Rompendo nuvens
 
Como se cortasse a carne crua 
E feito raio
A luz bate no solo
Sangrando a terra
Que prostrada se deixa ferir... 

O vento frio
Sopra a grama
Arrepiando a pele da terra
Que espera o calor do sol 

Eu sou assim
Alguns dias apenas terra ferida
Noutros a luz do sol
Que aquecia a tua pele...

 

Mário Feijó
29.08.12
Postar um comentário