Google+ Badge

sábado, 7 de janeiro de 2012

UM DIA HOJE SERÁ PASSADO DISTANTE



É quase sempre assim
Nasce o sol
Logo os pássaros
Se põe a gorjear

Os homens correm apressados
Feito formigas
Em busca de alimento
E a vida parece ter a mesma rotina 

Mas para outros não é assim
Para uns a vida para
Feito o tempo que não sai do lugar
Nós é que passamos por ele
E nos deslocamos no espaço

Para quem acredita
Que a vida não é só isto
Cala, consente, esquece-se que é gente
E vira bicho que não se importa com o amanhã...


MÁRIO FEIJÓ
07.01.12
Postar um comentário