Google+ Badge

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

ONDE EU ESTOU?






Tem gene que diz
Que me quer muito
Certamente não me acharão
Num pardieiro qualquer
Comemorando a morte... 

Pensando bem
Esta morte deveria ser a minha
Mas a outra é sempre “metida” e “apressada
E me passou a perna: foi na frente... 

E eu o que faço além de tomar
Os remédios tarja preta, morfina,
Endorfina, cafeína, codeína
Agora tomo também um whisky
Quem sabe daqui a pouco a mistura faça sucesso... 

Aí eu não preciso responder mais
Aonde estou pois estarei também no mar
Nas cinzas que boiam nas ondas
Fazendo espuma na praia...


Mas aonde é mesmo que eu estava?





Mário Feijó
19.01.12
Postar um comentário