Google+ Badge

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

TU ME AMAVAS TANTO




Tu me amavas tanto
Que serias capaz
De abrir mão do meu amor
Só para me ver feliz 

Eu algumas vezes
Sentia culpas
Por não te devolver
O mesmo amor merecido 

Se eu agora
Vou buscar a felicidade
Não quero sofrer a culpa
Da minha sobrevivência 

Eras impulsiva e teimosa
E tal qual Daniel
Partisse quando eu
Comigo te queria sendo feliz... 

Mário Feijó
29.01.12
Postar um comentário