Google+ Badge

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

SOB AS ASAS DA COTOVIA





Eu queria saber por que é
Que você mudou-se
De malas e cuias
Para a minha mente?

Por que veio só a tua imagem?
Por que não veio teu corpo quente junto?
O que é que eu faço só com tua imagem? 

Tenho pensamentos indecentes com teu corpo
Enquanto danço com tua imagem
Sob o vento, embaixo das palmeiras,
Nas noites de luar que criei pra ti...  

Já fiz um ninho pra ti
Sob as asas da cotovia
Que chora a ausência de ovos
Contentando-se com o que eu conto de ti... 

Mário Feijó
06.10.11
Postar um comentário