Google+ Badge

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

ENCONTRO MARCADO





A mim não importa
Os caminhos que o rio tome
Desde que desague no mar
Eu sou o encontro deles
E ficarei quieto a te esperar... 

Não pense que eu me canso
Ou que deixarei de te amar...
Como pode o mar
Não esperar o rio? 

Depois da chuva
O rio mais caudaloso
Passa por novos trajetos
Parecendo mais ansioso... 

Venha como vier
Em manhãs difíceis
Em tardes amenas
Ou noites alegres... 

Mas venha!
Eu te espero
Não deixes
Que eu me canse... 

Mário Feijó
14.10.11
Postar um comentário