Google+ Badge

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MINHA AMIGA: EU VOLTAREI






Ontem quando cheguei
Nem pude cumprimentar
Minha amiga melalêuca
É que em Pelotas chovia
E a praça estava toda molhada 

Para ela era ótimo
Suas folhas estavam viçosas me abanando
Mas eu ando meio taciturno
E uma chuva poderia me deixar doente
(doenças baixam nossa imunidade)
E a minha falta de amor já a compromete 

Hoje saio às corridas
E levo no pensamento
A saudade do teu silêncio cumplice
E a certeza de que eu voltarei Melalêuca... 



Mário Feijó
28.10.11
Postar um comentário