Google+ Badge

sábado, 1 de outubro de 2011

EU DESISTO




Eu não devia
- eu sei –
Desistir de você
Mas desisto! 

Eu sabia
Que não se muda destinos
Pensei estar fazendo caridade
Interferindo no teu
Mas desisto! 


Eu desisto de você
Com o peito sangrando
Com dor no coração
Como se estivesse desistindo de mim... 

Há forças na natureza
Tão fortes quanto uma tsunami
A força de uma erupção
A força das águas
Numa forte tempestade... 

Agora eu descobri
Que as forças do destino
São tão fortes quanto
As forças da natureza...


Maktub...
Dizem os árabes...


Mário Feijó
01.10.11
Postar um comentário