Google+ Badge

terça-feira, 22 de março de 2011

A VIDA É UM GRANDE CIRCO


Há dias de mutismo
Em meu coração
E minh’alma quer calar
Nada dizer, nada falar, nada escrever...

E eu nestas horas
Penso que sou um embuste
Nada de escritor, nada de poeta,
Nada de artista, nem ser humano eu sou...

Então penso que o melhor
É ficar mesmo em silêncio
E esperar que venha o sol
Que a lua se esconda cheia de graça

Para que eu possa novamente
Brincar de viver, enganar a mim mesmo
E tocar a vida em frente
Vivendo as ilusões deste grande circo...

Mário Feijó
22.03.11
Postar um comentário