Google+ Badge

sábado, 26 de março de 2011

ESPANTALHO


Entraste em minha vida
Como se fosses um ídolo
Algo que não se pode tocar

Então foste te aproximando
Apertando-me entre teus braços
Tocando levemente meu corpo
E quando eu percebi estavas dentro de mim

Meu coração te deu guarida
Sem ao menos me consultar
E eu, idiota, fiquei dependente
Dos teus carinhos e do teu corpo

Se eu tivesse sido mais esperto
Deveria ter percebido
Que entraste em minha vida
Apenas para espantar o amor...

Mário Feijó
26.03.11
Postar um comentário