Google+ Badge

domingo, 23 de janeiro de 2011

EU NÃO TE COMPREENDO



A distância mais longa é aquela
Entre a cabeça e o coração.
Thomas Merton

Eu não te compreendo
Porém te perdoo
Porque sei que estás doente
E tua doença é um buraco negro...

Houve vezes em que
Me levaste para dentro dele
Penso que não percebes
Todo o mal que fazes a ti e aos outros...

Conseguiste matar o meu amor
E também o teu amor-próprio.
Chafurdas na lama dos teus vícios
E do teu desamor...

Queria não sentir raiva de ti
Mas somente ter dó é tão deprimente
Que ainda me deixo leva
Na tua rede fantasiosa – tua obsessão...

Mário Feijó
23.01.11
Postar um comentário