Google+ Badge

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

E NO SEXTO? QUE CESTO?


E no cesto coloquei a esperança
Não somente a partir do sexto dia
Mas de todos os dias que virão
Daqui pra frente neste e noutros anos...

Quero alegria em meu coração
Porque meus lábios estão enrijecendo
Com a falta de alegria
Com a ausência de sorrisos...

Quero não precisar contar
Não ficar ansioso pelas ausências
Pelas incompreensões e pela falta
Que as borboletas estão fazendo no meu jardim...

Acho que fiz escolhas
Que desagradaram pessoas
Que queriam matar o menino
Que ainda mora dentro de mim
E que neste momento sofre por suas perdas...

Mário Feijó
06.01.11
Postar um comentário