Google+ Badge

sábado, 29 de janeiro de 2011

AOS VINTE E NOVE DIAS


           Desde muito jovem, quando comecei a trabalhar, fazer o dinheiro chegar ao fim do mês era um verdadeiro milagre.
           O tempo passou. O país cresceu, mas eu vejo que para muitos, ainda é uma luta diária fazer seus salários chegarem até o final do mês.
           E para aqueles que casam, têm filhos, a luta ainda é maior porque as crianças não querem saber, se você tem ou não dinheiro, elas sentem fome e choram por este motivo.
           Já vi muita gente que por desespero ‘cai’ na bebida. Também já vi muitos homens irem embora, abandonando mulher e filhos por covardia, ou por não conseguirem assumir suas responsabilidades. Sobrava para a mulher ser guerreira, ir à luta e sustentar todos os filhos sozinha.
           O país ainda hoje sofre uma desigualdade na distribuição da renda, mas para as classes sociais mais baixas, a fome diminuiu um pouco. Superou-se a miséria extrema. Hoje a possibilidade de uma Ascenção social é um fato real...
            Tudo na vida da gente é um ciclo e não basta envelhecer com um pouco de dignidade, temos que olhar para os lados e fazer alguma coisa pelos outros.
            Não é porque você consegue ter um bom emprego, sustentar sua família que tem que esquecer tudo o que já passou e que é o que muitos ainda passam no sentido de ter uma melhor renda, para a sua própria sobrevivência.

Mário Feijó
29.01.11
Postar um comentário