Google+ Badge

sexta-feira, 6 de maio de 2011

NO TEMPO EM QUE TU ME AMAVAS


Eu já fui um príncipe
                              No tempo em que tu me amavas
Virei verme, virei sapo
Sou um monstro egoísta
Que não sabe amar...
                              No tempo em que tu me amavas
Eu era o ser mais perfeito
O homem mais lindo, romântico
Aquele que te fazia feliz
                              Mas quando deixaste de me amar
Eu fui cruel
E tu uma vadia traidora
Deixamos de ser perfeitos
                              E eu mentia dizendo que te amava
                              Pensando que eras feliz
                              Descobri que não eras
                              Tinhas outros sonhos
Eu não vi nada disto
Eu não percebi quando
Nossos caminhos mudaram de rota...
                              No meu a ponte ruiu
                              Eu caí na água
                              Fiquei muito tempo sem chão
                              Fui jogado da cachoeira mas
Do tempo em que te me amavas
                              Ficou a certeza de que
                              Eu não sabia o que era felicidade
                              E agora eu descubro que
                              Não preciso de ti para ser feliz
                              Para ser feliz eu preciso estar bem
                              E agora eu te digo: Estou muito bem!

Mário Feijó
06.05.11
Postar um comentário