Google+ Badge

terça-feira, 24 de maio de 2011

A DONZELA (?) E O SAPO


Outro dia Yara contou
Que tinha um sapo
Morando em seu jardim
E que uma amiga donzela
Logo se encantou por ele...

Eu coaxava em meu canto
E nem pensava em donzelas
Perguntei se havia vaga
Para mais um sapo...

Ela logo, cheia de dedos,
Disse que não
Que a tal donzela
Já tinha príncipe encantado
E que eu me colocasse em meu lugar...

Constatei nesta hora
O que já haviam me dito
Que homens e mulheres
Não pensam da mesma forma...

Disse a ela que só pensava
Em fazer companhia
Àquele sapo solitário
Sem malícia, sem cobiça
Só querendo um canto
E alguma companhia...

Mário Feijó (croc-croc)
24.05.11
Postar um comentário