Google+ Badge

terça-feira, 24 de maio de 2011

A FÁBULA DO SER... (POR AMOR)


Eu te queria
Gata manhosa
No cio
No meu telhado
A ronronar...

Sei que já foste
Cadela vadia
Que passou em minha vida
Agora escondida sob minhas cobertas
Mostras que tens “pedigree”...

Mas eu também já fui sapo
Quase morri esturricado
Quando a lagoa secou
Transmutei-me. Vivi outros bichos
Porque ser sapo a vida inteira
Isto já enjoou...

Agora espero novos dias
E em cada amanhecer
Eu desperto em mim
Uma nova maneira de ser...

Mário Feijó
24.05.11
Postar um comentário