Google+ Badge

segunda-feira, 2 de maio de 2011

A MENINA VIROU MULHER


Eu vou te dar
A rosa vermelha dos ventos
Fazer-te um manto de estrelas
E te carregar na calda do cometa...

Eu vou abrir a boca da noite
Para cantar-te cantigas de ninar
E neste acalanto pegar teu manto
Sair contigo a passear...

E quando dormires entrarei em teus sonhos
Vestido de príncipe ou de palhaço
Não importa qual fantasia
Quero apenas te fazer sorrir...

Agora descubro desiludido
Que não te encanto mais
Não és mais uma menina
Tampouco sou o rapaz
Que povoava os teus sonhos...

Mário Feijó
02.05.11
Postar um comentário