Google+ Badge

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

OPORTUNIDADES NÃO SE REPETEM



OPORTUNIDADES NÃO SE REPETEM

As uvas estão verdes
Dizia a raposa despeitada
Por não poder alcançá-las

Eu não estou despeitado
Minhas uvas estão maduras
E eu as tenho saboreado uma a uma

Não desperdiço oportunidades
Aprendi com a vida a fazer escolhas
Pois cavalo encilhado
Não passa duas vezes

Eu galopo o vento
E vou às estrelas
Seja em sonhos ou
Nas oportunidades que tenho...

Mário Feijó
28.08.14

Postar um comentário