Google+ Badge

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

BALANÇO GERAL



BALANÇO GERAL

Eu cresci precisando de meus pais
Meus irmãos, meus tios, enfim
Minha família por perto

Aprendi estes valores
Dando amor em demasia
Aos meus filhos e netos
Quando não dei mais dinheiro
Fiquei órfão de seus amores...

Sinto que errei em algum momento
Mas o amor não pode ser medido
A gente dá e ele não acaba em nosso peito
Mas quem se acostuma a receber não dá...

E, quem sempre o deu,
Um dia percebe
Que vias de mão única
Nunca o trazem de volta

Sigo em frente tentando
Não depender de ninguém para ser feliz
Porque a felicidade é algo
Que está dentro de nós...

MÁRIO FEIJÓ
31.12.13
Postar um comentário