Google+ Badge

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

TODOS OS SILÊNCIOS



TODOS OS SILÊNCIOS

Nas sombras da noite
Eu me escondia
Agasalhado em um manto
Pranteado de estrelas

Quase despido de mim
Apenas involucro
Porque há muito
Contigo meu espírito vagueia

São assim os amantes
Que a morte divorcia
Eles se escondem na saudade
Encantados à espera do beijo

Foram-se embora teus risos soltos
Que eram música nos meus dias
Agora sou apenas todos os silêncios
Acordados por gemidos...

Mário Feijó
16.12.13
Postar um comentário