Google+ Badge

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

IN(SÔNIA) IN(VAD)E-ME



IN(SÔNIA) IN(VAD)E-ME

Eu não sou
Apenas a saudade
Que deixaste
Tampouco um sonâmbulo
Sofrendo in(Sônia)

Eu sou o amor que te dei
A paixão que vivemos
Que mesmo na ausência
Tem que ser praticada

Somos (hoje) energias
Em corpos diferentes
A minha mais densa peca
A tua pura, apenas ama...

Mário Feijó
04.12.13

Postar um comentário