Google+ Badge

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

DESPINDO PENSAMENTOS



DESPINDO PENSAMENTOS

Ele tem algo de vento
Quando assovia na janela
Quando arrepia meus pelos
Quando excita minha pele

Ele tem algo de gato
Indomesticável, selvagem, inquieto
Quando me arranha os pensamentos
Quando insinua que me ama...

Algumas vezes há nele
Algo de lua – nova, crescente,
Cheia de fases, escorregadia
Quando se banha no mar...

Noutras é apenas uma aragem nordestina
Vento quente soprando em solo árido
Mesmo assim eu gosto, é meu êxtase,
Quando se despi em meus pensamentos...

Mário Feijó
03.12.12
Postar um comentário