Google+ Badge

domingo, 23 de dezembro de 2012

AMORES QUE SÃO ETERNOS



AMORES QUE SÃO ETERNOS

Chega mais um verão
E com ele vem a saudade
Dos tempos que juntos vivemos...
Teu sorriso franco era a espuma das ondas
Numa tarde fresca de verão...

A estação não mudou
É igual todos os anos
No entanto os meus dias
Passaram a ser todos diferentes...
Nada mais se repetiu
Além da saudade...

Eu ainda ouço no silêncio a tua voz
Eu ainda vejo nas nuvens que passam
Desenhos da tua felicidade...

Ninguém consegue apagar
As lembranças boas que juntos geramos
Alguns devem ter remorso da inveja sentida
Porque tu ainda vives dentro de mim...

Mário Feijó
23.12.12
Postar um comentário