Google+ Badge

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

POR AMOR


O que eu mais desejaria
Neste exato momento
Era poder estar em teus braços
Amar-te sem restrições
E sentir minh’alma saciada de amor...

É estranho que meu corpo
Não consiga atender
Aos anseios de minh’alma em amar
E minha cabeça tenha restrições ao amor...

O amor não tem hora nem lugar
O amor não ver cor de pele
Não vê se a pessoa é certa ou errada
Mas minha consciência me limita
E minh’alma grita os amores abortados...

Há sequelas em minh’alma
Que grita querendo amar-te
E eu por conveniências sociais ou pudor
Proíbo-me de amar... Então ela sofre
E eu fico com olhos embaçados
Sorriso à meia-boca e o coração aos pulos...

Mário Feijó
17.11.10  
Postar um comentário