Google+ Badge

sábado, 6 de novembro de 2010

MUNDO ENCANTADO




Hoje eu descobri
Que sempre fui um sapo
Agora sem máscaras
“príncipe” pensava ser...

Descobri que me basta uma lagoa
Alguns insetos para alimento
E ficarei por aqui a coachar
Não quero saber de grilos...

Contentar-me-ei com a lua
Não permitirei que algumas pererecas
Façam-me novamente príncipe...

Quero esquecer meus dias de luxúria
Cercado de amores vadios
Que na realidade nem me amavam
Quero esconder-me na floresta e coachar...

Basta que em meu mundo
Tenha um pequeno brejo
Onde eu possa me esconder
Sempre que precisar...

Ah! E a luz da lua e das estrelas
Isto no meu mundo não pode faltar...

Mário Feijó
06.11.10
Postar um comentário