Google+ Badge

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

A FESTA DE AMOR DAS FLORES



Apaixonado estava
O Cravo pela Rosa
Mas casou-se com Margarida
Promovendo um tremendo imbróglio

Diante de tantas artimanhas
Usadas por Margarida o Cravo
Resolveu ir-se embora e conheceu
Ninguém menos que Violeta

Esta parecia ser louca, o que ele não sabia,
E todos os dias ela atirava-se pela janela
Ele acabou envolvendo-se até com os Lírios do campo
E perdido o Cravo acabou no vaso de Jasmins

Sem saber o que fazer
Na busca por um amor e por ser amado
Distribuíam pólens e flores o que resultou
Em outras linhagens de flores e cores
Mas o jardim continua lá
Florindo o ano inteiro...  

Mário Feijó
23.11.10
Postar um comentário