Google+ Badge

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

SOMOS BORBOLETAS



Há nos corações
Sempre esperanças
Por dias melhores
Por um par que lhe complete...

Somos se comparados ao universo,
Uma simples borboleta
Que dura apenas um dia
Temos pressa sempre e cometemos erros...

E no desespero de ganhar do tempo
Deixamo-nos levar por emoções passageiras
Não amadurecemos atitudes
E muitas vezes morremos
No bico do primeiro pássaro...

Há tempo para tudo
Até para criarmos raízes
E para fazer escolhas...

Ah! E o tempo?
Alguém perguntará
E eu responderei calmamente
O tempo é eterno
Quando não contamos as horas...

Mário Feijó
30.09.10
Postar um comentário