Google+ Badge

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

BONS VENTOS TE TRAGAM




Na primeira vez que entraste em minha vida
Foi como se uma leve brisa soprasse
Causou-me arrepios e um frescor agradável
Eu ainda adolescente tremia...
Na segunda vez eu já sabia lidar com o amor
Era ingênuo mas mesmo assim foste um vento arrasador
Não sobrou pedra sobre pedra
E minha vida ficou de pernas para o ar, eu apenas dividido...

Na terceira vez eu nem percebi
Pois estava decidido a não mais amar
No entanto tomaste conta dos meus dias
Como se eles fossem todos de primavera...

Eu não mudei meu rumo
Não me assusto mais com o amor
Abri meus braços e dentro dele te abriguei
E simplesmente deixo o vento me levar, estou em paz...


Mário Feijó
01.09.10
Postar um comentário