Google+ Badge

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

SONETO DO PRAZER



O prazer acima de tudo
Eleva-nos ao paraíso
Principalmente quando nele
Não mais existe a sombra do pecado

O prazer sem pudor
Com amor leva a gente
A ganhar asas e a sentir
O perfume de flores no sexo

O prazer com prazer
Sem lazer nos eleva no amor
E amar é algo divino

O amor é carícia, cumplicidade
Compreensão, toque de pele
Suave ou em profusão é delírio...

Mário Feijó
02.09.09
Postar um comentário