Google+ Badge

terça-feira, 29 de setembro de 2009

FALTA VOCÊ

Todos os dias
Abro meus braços
Descubro que há entre eles
Um espaço difícil de preencher...

Há solidão
Há dor
Falta amor
E eu volto à infância...

Faltava quase tudo
Eram dias vazios
Feito o espaço que havia
Entre os meus braços
Um espaço difícil de preencher...

E quando chega a noite
A luz vai embora
Descubro nesta hora
Que se foi a chance d’eu ver você...

Mário Feijó
Primavera/2009
Postar um comentário