Google+ Badge

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

SEMPRE VALERÁ À PENA TER AMADO



O amor é assim
Pega a gente e gira, gira, gira
Depois diz vai e procura o ser amado

E nós ainda tontos com a descoberta do amor
Sem poder enxergar direito
Nos entregamos ao primeiro ser que passa

Ainda sem lucidez
E quando nos percebemos
Amamos a pessoa errada...

E não adianta se desculpar
Pensando que está confuso
Porque ainda sou um adolescente
O amor é assim mesmo

Ele faz a gente parecer confuso
E nos faz adolescentes
Mas não importa o que ele faça com a gente
Todos os momentos vividos
Sempre valerão à pena...

O que não vale à pena
É ficar num canto sofrendo, calado
Pensando no que poderia ter sido
Se você tivesse ao amor se entregado...

Mário Feijó
09.09.09
Postar um comentário