Google+ Badge

domingo, 4 de janeiro de 2015

MISTURA DE AZUIS




MISTURA DE AZUIS

Sentado numa rede
Olho para o céu anil
Há nele manchas brancas
Refletida nos olhos azuis

Do mar sinto a energia
Soprada pelo vento
Que corre pela avenida
Enquanto pessoas formigam caminhos

Na brisa gelada
Ainda resta o arrepio
De uma frente fria
Que veio do extremo sul

Trouxe com ela a chuva
Que misturou os vários tons
Como se eu tivesse decidido
Fazer uma tela somente do azul

Mário Feijó

04.01.15
Postar um comentário