Google+ Badge

quarta-feira, 11 de julho de 2012

VOCÊ ME ELEVA


VOCÊ ME ELEVA 

Justo quando eu pensava
Que jamais amaria
Vem você e derruba
Todas as minhas convicções 

A minh’alma é de outro lugar
Ela desconhece a velhice
Esta fica a cargo do corpo cansado
No qual eu ainda habito 

Então a minh’alma sonha
Acredita que tudo pode
E você se torna possível!
Volto a ter vinte anos... 

Volto a me ver com você
Como se fossemos dois adolescentes
Fazemos planos, trocamos juras, amamos!
Fecham-se as cortinas! Abre-se a realidade... 

Mário Feijó
11.07.12
Postar um comentário