Google+ Badge

terça-feira, 24 de julho de 2012

ESTRELAS CADENTES


ESTRELAS CADENTES 

A menina passeava
Admirando-se na vitrine
Como se olhasse estrelas
Cadentes na vidraça 

Nos seus olhos estrelas cadentes
Desejo? Sedução? Prazer?
Poderia ser tudo, mas
Era apenas um olhar de menina... 

Do outro lado da vitrine
Uma balconista a observa
No espelho apenas um fantasma
Ousa espreitar a cena 

Dos seus olhos
Duas estrelas se atiram no chão
Enquanto a menina maltrapilha
Jura que um dia voltará... 

Mário Feijó
24.07.12








Postar um comentário