Google+ Badge

sábado, 12 de fevereiro de 2011

EU TE AMO! O RESTO QUE SE DANE


Eu sei que não devia
Alguns acharão errado
Outros dirão que é pecado
Eu te amar assim

Mas o que vou fazer
Não sei o que dizer
Não sei viver sem você
E sem o teu amor

Agora eu me permito
E te amar que era um mito
Agora é apenas uma entrega...

Que se dane o mundo
Que me chamem pervertido, vagabundo
Eu não me incomodarei
Porque eu quero a você amar...

Mário Feijó
12.02.11
Postar um comentário