Google+ Badge

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

MEU AMOR


Meu amor
Não queira
Para mim uma prisão
Não me queira somente junto a você

Eu sou um pássaro
Que preso
Emitirá um canto triste!

Meu amor
Não queira também
Soltar-me completamente

Esteja ao meu lado sempre
Pois sem você por perto
Sou borboleta que
Outro pássaro vê e devora...

Meu amor
Tenha-me na medida certa
Nem muito longe
Para que eu me perca
Nem muito perto
Para que eu sufoque!!

Mário Feijó
18.02.11

Postar um comentário