Google+ Badge

domingo, 13 de fevereiro de 2011

MÃOS ABANANDO



Eu tinha uma vida
Que parecia feliz
E cheia de amor

Veio a infelicidade
E levou todos aqueles
Que eu pensava que me amavam

Fiquei com as mãos abanando
Os braços cheios de amor
Que logo se encheram de amigos
E de pessoas carentes deles

Hoje eu não lamento por mim
Porque decepções fazem-nos fortes
Pobre daqueles que tinham cobiça...

Mário Feijó
13.02.11


Postar um comentário