Google+ Badge

sábado, 12 de fevereiro de 2011

EM DIAS DE CHUVA


Nestes dias de chuva
Bate uma insônia
E o dia amanhece
Sem o sono vir

Quando chega o dia
Bate uma agonia
E uma dor no peito
Mudo todo o meu jeito

Hoje eu me sinto
Uma pandorga molhada
Em dias de chuva

Não importa o vento
Não importa ter a melhor rabiola
Eu sinto que não vou
Conseguir levantar voo...

Mário Feijó
12.02.11
Postar um comentário