Google+ Badge

domingo, 20 de fevereiro de 2011

O AMOR É ASSIM


O que eu quero de ti
É só um pouco de amor!
E o que é o amor
Quando falamos de eternidade?

O amor não é nada mais
Que doar algumas células
De sangue, de esperma
Ou até mesmo de neurônios...

O amor te eterniza
Na energia de atos tão simples
Seja por implosão, fricção
Ou numa ejaculação...

Bens preciosos
Células, energia
Vida que se vive
Amor que se troca...

Mário Feijó
20.02.11
Postar um comentário